Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Digo eu

Digo eu

De bem com a vida

 

 

 

 

 

 

Há sempre uma merda qualquer na vida de cada um, mesmo que a vida seja aparentemente do melhor que pode haver. Para mim é este calor que me irrita e o desassossego das férias que não são férias nenhumas.

Implica-se com tudo mas com nada que seja legítimo. Uma coisa é certa: não se chega a aproveitar o tempo que existe porque se perde tempo a defender teorias que não trazem qualquer benefício. A vida torna-se complicada porque as pessoas a complicam.

Não se tomam as decisões certas ou não se tomam decisões, ponto.  Fala-se quando se deve estar calado e fecha-se a boca  àquilo que é fundamental sair. Depois fica-se frustrado e atiram-se pedras aos que não merecem nada disso. 

Porque é que a gente faz tudo ao contrário? Será que se gosta de andar chateado ou será que há uma necessidade mórbida de andar tudo aos gritos? 

 O facto de se estar habituado e de até fazer aquele gesto de encolher os ombros (como quem diz que se lixe),  não impede que se fique incrédulo e sentido com a falta de jeito para comunicar, perdendo tantas vezes a ocasião de se andar de bem com a vida.