Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Digo eu

Digo eu

O sonho comanda a vida

 

 

 

 

Tenho estado a pensar no que acham os outros, se bem que, neste caso específico não interessa rigorosamente nada.

Acham o quê, que já não tenho idade para sonhar?  Pois fiquem sabendo que tenho imensos sonhos por realizar e que ainda não caí na desgraça de desistir, baixando os braços. 

Não me conformo nem pouco mais ou menos, nem aceito ficar sem sonhos, tão bons de sonhar. Já fiz planos inclusivamente, tracei caminhos, com desvios e atalhos, pensando nos obstáculos e tudo mais.

Acham o quê, que vou falhar?  Falha quem desiste de tentar.  Meus queridos, metas a gente atinge, desafios a gente enfrenta, custe o que custar!  A esperança é a última a morrer, não é mesmo? Então?  É a ela a quem me amarro com unhas e dentes enquanto fumo o meu cigarro. E quanto mais me xingam, quanto mais me contrariam, quanto mais me tentam amarrar, mais vontade tenho de seguir para bingo, mesmo ao domingo que é dia de descansar. Não não, haha não sou demente não, mas sim aquilo que irrita muita gente e a que se chama ser persistente até às últimas consequências, independentemente da porrada que me entra a 100 e me sai a 200 a voar, com uma cuspidela de desprezo por quem acha que me pode atropelar. Acham o quê? Toumaborrifar!

Não se deixem enganar pela minha idade nem nada disso. Sonha-se em qualquer idade, porque afinal o sonho comanda a vida. Além do mais, a minha determinação está em movimento e nada a pode parar, pelo simples facto do meu empenho ser real. 

Deixem-me sonhar à vontade, quando me apetece, seja lá a que horas for. Há tantos motivos de sonho que se vocês soubessem, estariam calados, sorrindo apenas enquanto sonhavam.